A doce voz, da linda e talentosa Barbra Streisand - SOM DO MEU TEMPO

Subscribe Us

Destaque

Home Top Ad

Post Top Ad

24.4.21

A doce voz, da linda e talentosa Barbra Streisand

 


Barbra Streisand iniciou a carreira como cantora de boate na adolescência. Começou a fazer sucesso na música se apresentando na boate de seu namorado, época em que mudou seu nome de “Barbara” para “Barbra”. Após uma aparição na televisão, Barbra começou a fazer atuações na Broadway e logo depois estreou seu primeiro álbum. Em 1964, estrelou a peça Funny Girl, que virou filme, jogando-a ao estrelato imediato, ganhando de cara o Oscar de Melhor Atriz.


#

Com uma voz poderosa e uma interpretação dramática das músicas, Barbra Streisand obteve numerosos sucessos, especialmente com baladas. Interpretou muitas canções em duetos com artistas como Donna Summer ou Barry Gibb.



Streisand é também uma atriz de teatro e cinema muito solicitada. Em 1968, adaptou para o cinema o seu espetáculo Funny Girl, depois de ter feito enorme sucesso na Broadway. Outro de seus êxitos foi o musical Hello, Dolly (1969), realizado por Gene Kelly, bem como a comédia What's New, Pussycat (1972). 

Posteriormente surgiu em papéis de maior carga dramática, interpretando com frequência a trilha sonora ou a música central do filme, como em Nasce uma Estrela (1976), Yentl (1984) ou O Príncipe das Marés (1991), estes dois últimos dirigidos por ela mesma.



Em 1991, dirigiu “Príncipe das Marés”, que recebeu várias indicações ao Oscar. Ao longo de sua carreira, além de receber o Oscar em duas ocasiões, e ser indicada várias vezes, recebeu nove Grammy, quatro Prêmios Emmy, um Prêmio Tony, cinco Prêmios Globo de Ouro, entre outros.



Barbra Streisand está escrevendo seu primeiro livro de memórias. A cantora e atriz de 73 anos publicará o projeto através da editora Viking Books, em 2017, de acordo com o jornal New York Post.  "O livro de memórias de Barbra Streisand, na história do entretenimento esteve na lista dos sonhos de todas as editoras por anos", disse o presidente de Viking, Brian Tart. "Há mais de 50 biografias não autorizadas sobre Streisand cheias de mitos e imprecisões, e ela finalmente vai contar sua própria versão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad