Os “grisalhos” estão cada vez mais conectados, e isso é bom para sua saúde. - SOM DO MEU TEMPO

Subscribe Us

Destaque

Home Top Ad

Post Top Ad

24.5.21

Os “grisalhos” estão cada vez mais conectados, e isso é bom para sua saúde.

 




Foi-se o tempo em que os hobbies preferidos da terceira idade eram tricotar, bordar e jogar cartas.  A expansão da era digital tornou o uso da tecnologia cada vez mais indispensável e abriu um leque de novas possibilidades, e proporcionou a inclusão da população idosa nas redes sociais.

É quase inconcebível hoje em dia não estar conectado. Ainda que o acesso às mídias sociais entre os mais velhos seja proporcionalmente menor, quando comparado aos mais jovens, o uso da internet e de aplicativos cresce entre a população da terceira idade.

Cada vez mais pessoas acima de 60 anos se conectam e vivenciam experiências no ambiente virtual. Esta constatação é ponto de partida para o estudo Mídias sociais e terceira idade: influência na prática de atividade físicas e recreativas, publicado na última edição da Revista Intersaberes.

O artigo foi produzido por Andreia Almeida e Rosimara Rocha, alunas do curso de graduação em Educação Física da Uninter, sob orientação da professora Evelyne Correia. O estudo busca analisar princípios para a utilização das mídias sociais como ferramenta de inclusão e incentivo para a prática de atividades físicas e recreativas da população idosa.

Por meio das mídias sociais é possível produzir a inclusão social dos idosos, público que vem aprendendo a usar recursos como mensagens de texto, chamadas por vídeo e interações em redes sociais, que os aproximam de amigos e familiares. Os pesquisadores perceberam que as mídias sociais são como um exercício de memória, que aumenta a autoestima. “As tecnologias adquirem um papel de suma importância para o idoso, trazem consigo a quebra de barreiras com relação à utilização desta ferramenta, o que faz de seu uso um aliado, pois o torna independente”, pontuam as pesquisadoras.

Outro aspecto positivo dessa inserção dos idosos no mundo digital está nos usos da tecnologia para auxiliar na prática regular de atividades físicas. Existem grupos no Facebook, WhatsApp e Instagram, por exemplo, que promovem o encontro e a programação rotineira da atividade física proposta em diferentes locais, aponta o estudo.

Ainda segundo as autoras, “professores fazem a programação das aulas ofertadas, publicam nos grupos, onde ocorre a participação, interação e cooperação de todos. De maneira geral, a mídia social está auxiliando o idoso na sua inclusão nas atividades físicas e recreativas”.

Os idosos estão se sentindo mais competentes, com mais vontade de se envolver em atividades sociais, e passando a ter um forte senso de identidade social, o que resulta em melhora na sua capacidade cognitiva. O mundo está cada vez mais digital e a terceira idade faz parte desse mundo.

Dentro dessa realidade, a internet não se apresenta apenas como uma ferramenta voltada para o lazer, como também para aprendizados e inserção social. Como reforçam as pesquisadoras, “Nos dias atuais, a terceira idade utiliza esse meio como forma de promoção de saúde tanto mental, quanto física”.

Autora: Ana Oliveira - Estudante de Jornalismo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad