Privilegiada a geração que ouviu os versos cantados na voz marcante de Barry White - SOM DO MEU TEMPO

Subscribe Us

Destaque

Home Top Ad

Post Top Ad

13.9.20

Privilegiada a geração que ouviu os versos cantados na voz marcante de Barry White

 

Barry White (1944 – 2003)

Uma das vozes mais poderosas da música internacional, Barry White, se estivesse vivo, completaria hoje 76 anos – Saudades.

Com uma longa e respeitável carreira, Barry White foi um dos maiores nomes da música soul norte-americana. Começou a descobrir o amor pela música na adolescência, em um coral da igreja que frequentava, mas decidiu seguir carreira depois que foi preso, aos 16 anos, por furtar pneus. Barry disse uma vez que a punição serviu para colocar a vida nos eixos.

CLIQUE NO PLAY OU SOBRE A MÚSICA E OUÇA MAIS DE 80 SUCESSOS...



Antes de estourar com as músicas românticas, foi produtor e compositor. O primeiro contrato rendeu a White apenas US$ 40 por semana. O grande sucesso veio acompanhado do trio feminino Love Unlimited.

Barry White tinha uma característica que o diferencia dos outros cantores: a voz extremamente grave, que, segundo ele, veio, literalmente, da noite para o dia.

Nos anos 70 virou referência de música romântica. Canções que falavam de amor, carregadas de conteúdo sexual, e que embalam casais até hoje. Uma de suas músicas revela um carinho especial pelo Brasil, principalmente pela cidade maravilhosa - que conheceu em uma das inúmeras turnês.

Nos anos 80 e 90 lançou álbuns que acompanhavam o seu estilo romântico. O último, intitulado Staying Power, de 1999, rendeu o primeiro de seus dois prêmios Grammy. Um reconhecimento que chegou tarde, depois de mais de 30 anos de carreira.

Aos 58 anos, Barry White morreu no dia de 4 de julho de 2003, vítima de problemas renais. Deixou oito filhos, netos e, claro, um registro na história da música negra dos Estados Unidos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad