Julio Iglesias – Um senhor cantor, sedutor e eterno romântico. - SOM DO MEU TEMPO

Destaque

Home Top Ad

Post Top Ad

9.6.18

Julio Iglesias – Um senhor cantor, sedutor e eterno romântico.


Embora Julio Iglesias tenha chegado à música por acaso depois de sofrer um acidente que o impediu de continuar sua carreira como goleiro, o cantor, que completará 74 anos em setembro de 2018, conseguiu superar todos os recordes, já que é o artista latino que mais discos vendeu e o mais popular na China.
CLIQUE NO PLAY



"Ninguém envelhece quando a alma não é velha (...) eu não estou velho, estão mais velhos os anos que tenho do que eu", comentou recentemente o artista em entrevista à Agência Efe.

Julio Iglesias continua sendo um cantor de sucesso sem fronteiras, cuja música se expande pelos cinco continentes graças ao seu estilo cortês e galanteador que tanto o caracteriza.

Lançou mais de 80 discos dos quais vendeu mais de 300 milhões de cópias; o que prova que suas músicas carregadas de romantismo e seu sorriso perfeito parecem ser uma linguagem universal.


Músicas como "La Vida Sigue Igual", "Bamboleo" ou "Soy Un Truhán, Soy Un Señor" são escutadas em países diferentes como Alemanha, Japão e Filipinas e sua última turnê, na qual comemorou seu 70º aniversário, o levou à Jordânia, Letônia, e Índia.

"É ao público lhe devo minha família, minha vida, minhas situações, minhas circunstâncias, tudo o que rodeia minha vida é devido ao sucesso que as pessoas me proporcionaram", disse recentemente o cantor que é pai de oito filhos.

Apesar de seu estilo ter permanecido inalterável durante os mais de 45 anos de carreira, Julio Iglesias fez colaborações com os mais diversos artistas. A suas músicas mais românticas e sedutoras se juntam à música country de Willie Nelson e o rock de Sting, líder do grupo The Police.

Além disso, sua voz se misturou com a de artistas tão diferentes como Plácido Domingo, Lola Flores, Manolo Escobar, a cantora americana Dolly Parton e o venezuelano José Luis Rodríguez.


Um sedutor que não só conquista na música, já que sua fama de Don Juan lhe rendeu várias relações, a última com sua atual esposa, Miranda Rinjsburguer, mãe de seus cinco filhos, dura mais de 20 anos.

Mas se houve algo que rendeu mais capas de revistas foi seu relacionamento com Isabel Preysler com quem teve seus filhos Cháveli, Julio José e Enrique e cujo casamento durou sete anos.

Julio Iglesias começou sua carreira depois que um acidente de trânsito o obrigou a deixar seu posto de goleiro no Real Madrid. Obrigado a deixar o futebol, Iglesias passou os meses de recuperação acompanhado por um violão com o qual começou a escrever músicas, mas nunca imaginou que suas canções seriam ouvidas em todo o mundo.

Iglesias começou a ficar conhecido quando participou em 1969 no Festival de Benidorm e que depois o levou a se apresentar no Eurovision, onde conseguiu o quarto lugar para a Espanha graças a "Gwendolyne".

"Para mim cantar é vital e, à parte de que eu sou um homem apaixonado, gosto de sentir a paixão em todos os sentidos e se não tenho a paixão da música... As outras paixões são muito menores", contou Iglesias que recopilou em seu último disco "Viajando la vida" suas músicas mais românticas.

Ainda restam muitos shows a realizar, já que o cantor não pensa em despedidas, mas é difícil imaginar que novos recordes Inglesias poderá bater ou quais serão os novos países pelos quais passará em suas turnês, uma vez que ele já conquistou o mundo.

Fonte: https://www.terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad