9.11.16

COMO COMBATER O ENVELHECIMENTO AOS 50 ANOS




A partir dos 50 anos o corpo a estrutura óssea sofre alguns danos e desgastes causando a osteoporose. Veja como combater o envelhecimento nessa fase
Começam a aumentar os casos de insônia e de outros distúrbios do sono. A ação do sol causa efeitos mais nocivos, com o aparecimento de manchas na face e nas mãos, aumentando o risco de câncer. É preciso redobrar a atenção com os horários de exposição ao sol e quanto ao uso e renovação do protetor solar. A década é crucial para a estrutura óssea, especialmente a das mulheres, que perdem cálcio após a menopausa. A ingestão do mineral recomendada após a menopausa é de 1.200 mg/dia, segundo Rodolfo Schneider. Se a saúde se mantiver boa, sem doenças degenerativas e com ingestão suficiente de cálcio, os ossos se manterão fortes até depois dos 70 anos. Outros efeitos fisiológicos são a piora da vista cansada, com aumento progressivo do grau para leitura. Nessa fase, a capacidade de audição, de maneira geral, diminui. Acentua-se a diminuição de massa muscular. Para evitar as consequências desagradáveis dessa perda, é recomendável que os cinquentões adotem sessões regulares e orientadas de musculação. Em casos específicos, é recomendada medicação suplementar para fortalecer o corpo. A pressão tende a subir.

Nutrição 

Como ocorre grande perda de força de massa muscular e óssea, é muito importante se expor à fonte de vitamina D disponível fartamente em nosso país tropical, o sol. A exposição deve ocorrer até as 9 horas da manhã para evitar a radiação ultravioleta. É indicado, conforme a nutricionista carioca, consumir rotineiramente leite e derivados, ricos em cálcio, e incorporar à dieta com certa constância alimentos como cogumelo, sardinha e atum, ótimas fontes de vitamina D.

Atividade física 

Aos 50 anos o fundamental é aliar cuidados com a mente, força e coordenação motora. Praticar exercícios que auxiliem atividades do dia a dia, como pegar um objeto no chão ou subir uma escada. Caminhadas e danças com alongamento são ótimas atividades para essa faixa etária. Pratique-as em grupo, que facilitam a socialização. E lembre-se, antes de iniciar qualquer atividade, de consultar sempre um médico para avaliar a condição geral de saúde e um profissional de educação física para definir a melhor modalidade de exercício. Natação e hidroginástica também são recomendadas. Isso porque a água reduz o impacto sobre as estruturas ósseas e articulações. A sobrecarga é prejudicial diante de problemas como osteoporose e artrose. A musculação assistida é indicada para dar força aos músculos e reduzir a perda de massa óssea. A tendência, a partir dessa idade, é a pessoa perder força e flexibilidade e começar a curvar o tronco.
Dica de exercício: alongamento estático de coluna, ombros e braços. Sente em uma cadeira que tenha encosto reto, apoie os pés no chão e estenda os braços, na altura do peito, segurando uma toalha enrolada e esticada. Eleve os braços até alinhá-la com a cabeça, conte até vinte e então abaixe-os, também contando até vinte. Repetições: cinco vezes.

Fonte: http://revistavivasaude.uol.com.br/

COMO COMBATER O ENVELHECIMENTO AOS 50 ANOS

  • Enviado: SOM DO MEU TEMPO FLASH BACK
  • Visualizado:
  • Categoria:
  • Compartilhe

    0 comentários:

    Postar um comentário

     

    Espaço Publicitário

    Espaço Publicitário

    Copyright © SOM DO MEU TEMPO | Designed by Templateism.com | WWW.SOMDOMEUTEMPO.COM.BR